About me

My photo

H.E. Ambassador Constancio Pinto currently is the Minister for Commerce,Industry and Environment, prior to this post, Ambassador Pinto served as  the Vice-Minister for Foreign Affairs and Cooperation and Vice-Minister of Commerce, Industry and Environment of Timor-Leste. He served as Ambassador of Timor-Leste to the United States of America ( Nov. 2009 - August 2012) and to Mexico and Canada from (2011-2012); a leader of Timorese Resistance and author of East Timor Unfinished Struggle. 

Sunday, February 1, 2015

Embaixador indonésio acredita que Timor-Leste entrará na ASEAN no início de 2016

O embaixador da Indonésia junto da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), Rahmat Pramono, acredita que Timor-Leste tornar-se-á membro da organização em 2016, após a criação da Comunidade Económica da ASEAN (AEC).
Ainda é possível que Timor-Leste seja aceite como membro da associação até dezembro, mas o "palpite pessoal" do diplomata aponta para 2016, após ser implementada a zona de comércio livre, que está nas prioridades da presidência rotativa da Malásia.

"Penso que é essa a ideia de Singapura para tentar prolongar. Eles dizem que primeiro precisamos de concentrarmo-nos na AEC e, depois disso, poderemos decidir. Focamo-nos primeiro nas nossas realizações internas", disse à Lusa Rahmat Pramono.

Timor-Leste apresentou a candidatura oficial à ASEAN em 2011, durante a presidência indonésia da organização, mas Singapura - o único Estado-membro que tem mostrado reservas -, defendeu, desde logo, que tal devia acontecer só em 2015.

Num comunicado enviado hoje à Lusa, o embaixador de Singapura junto da ASEAN, Tan Hung Seng, não falou em datas, preferindo frisar que, numa altura em que a ASEAN caminha para a AEC, "é importante" que "se torne numa organização baseada em regras".

"É fundamental definir critérios claros para qualquer pedido de adesão à ASEAN, uma vez que qualquer decisão de expandir a ASEAN terá ramificações não só na AEC", mas também nas áreas sociocultural e de política e segurança da comunidade, defendeu.

Por este motivo, acrescentou, o Conselho Coordenador da ASEAN criou um grupo de trabalho "para estudar todos os aspetos relevantes da candidatura de Timor-Leste e as suas implicações na ASEAN".

De acordo com um antigo funcionário da ASEAN, um estudo sobre as implicações económicas da adesão timorense "já foi realizado e considerado no grupo de trabalho" proposto por Singapura.

O diplomata do país mais rico da ASEAN explicou que a associação baseia-se em "estudos independentes" para estabelecer os critérios de avaliação das candidaturas à ASEAN no que concerne aos três pilares da comunidade: económico, sociocultural e político e de segurança.

No comments:

Post a Comment